Gimo Patrício lança oficialmente a candidatura e um alerta: o voto é dos presidentes!

Antigo árbitro, recentemente graduado em Ciências Jurídicas e de Investigação Criminal, Gimo Patrício quer transformar a província de Sofala em uma referência nacional na massificação do futebol. Para tal diz contar com o apoio dos presidentes dos clubes filiados na APFS.

Texto: David Nhassengo

A 12 de Dezembro último, OC informou em primeira mão a intenção do antigo árbitro assistente de lançar a candidatura à presidência da Associação Provincial de Futebol de Sofala (APFS). Na altura, Gimo Patrício auscultava os clubes para – conforme nos avançou – a elaboração de um manifesto eleitoral de sentido comum.

Com o finalmente anúncio da data para a realização de eleições, marcadas para 18 de Fevereiro, aquele decidiu também oficializar a sua candidatura, por sinal a única até aqui que é pública.

Somos de facto candidatos e o nosso manifesto eleitoral resulta dos anseios dos associados em relação ao futuro do futebol da província. Daí o nosso lema ser: ‘Juntos por um desporto saudável’. Isto para dizer que a candidatura não é de Gimo e da equipa que o acompanha, mas dos clubes”, começou por dizer o antigo árbitro, em contacto com o OC.

De acordo com o agora candidato, “a ideia central é dinamizar o futebol a nível da província, de modo a que tenhamos competições robustas, competitivas, que automaticamente preparem as equipas para as provas regionais e nacionais. Quer o Moçambola, quer a Taça de Moçambique para as equipas de seniores, quer para os campeonatos nacionais a nível das camadas de formação, do futsal, do futebol feminino”.

Ou seja – continuou – “queremos aumentar o número de clubes de Sofala no Moçambola e chegarmos mais longe na taça. Queremos ser dominantes nos nacionais de juvenis, de juniores, de futsal, do futebol feminino. E isto só será possível se melhorarmos o nosso quadro competitivo interno. É possível…”, assinalou.

Num outro desenvolvimento, Gimo Patricio disse acreditar na vitória do seu manifesto e pediu para que os delegados dos clubes sejam os respectivos presidentes.

Queremos que sejam os presidentes a votarem, pois foi com eles que desenhamos esta candidatura conjunta. Eles estão por dentro de tudo. Devem ser eles a votar”, insistiu.

De recordar que as eleições para a escolha de novos corpos gerentes da APFS estão marcadas para 18 de Fevereiro. Gimo Patricio é, até aqui, o único candidato assumido. [OC]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s