DESPORTO:: Cinco atletas moçambicanos suspensos por boicote aos jogos da AUSC-R5

Os nadadores foram suspensos de forma preventiva e por tempo indeterminado pela Federação Moçambicana de Natação. Os mesmos não se deslocaram a Malawi em representação do País na edição do ano passado dos Jogos Regionais. A SED está indignada com a atitude dos pais dos atletas.

Texto: David Nhassengo

Trata-se de Alicia Mateus, Caio Lobo, Matthew Laurence, Kaio Faftine, todos do Clube Barracudas de Maputo e de Filipa Xavier do Clube Tubarões de Maputo impedidos desde 10 de Janeiro de participarem em provas internacionais.

Segundo apurou OC, os referidos nadadores decidiram não comparecer ao local de concentração previamente indicado, em Maputo, para se juntarem à delegação nacional que seguiu viagem a Lilongwe e que de 01 a 11 de Dezembro de 2022 competiu nos Jogos da AUSC-R5.

As ausências indignaram a Secretaria do Estado do Desporto (SED) que, na qualidade de responsável pela delegação, cinco dias após o término da prova efectuou diligências junto da Federação Moçambicana de Natação (FMN) para apurar as razões da ocorrência.

A ausência dos nadadores nos jogos revela o profundo desrespeito dos pais ao país. Nestes termos, endereçamos à V. Excia o nosso repúdio pelo comportamento deplorável dos nadadores”, escreveu aquela entidade governamental à FMN esta que, por sua vez, fez a mesma exigência à Associação de Natação da Cidade de Maputo (ANCM) pois os clubes a que pertencem os atletas estão filiados na capital do País.

Suspensão como medida preventiva

A 22 de Dezembro último, a FMN recebeu da ANCM um dossier contendo as justificações de pais e encarregados de educação da ausência dos atletas.

Apesar de a ANCM ter prometido pronunciar-se sobre o assunto na próxima semana e os atletas a preferirem o silêncio até ao desfecho do processo, OC sabe que a realização de exames escolares entre finais de Novembro e início de Dezembro foi a principal razão invocada justificar as ausências.

Sucede, porém, que pela gravidade da situação e por as mesmas não terem sido feitas previamente, a FMV decidiu suspender a participação dos referidos atletas nas provas internacionais por tempo indeterminado. Como medida preventiva.

Enquanto analisa os processos e aguarda a decisão da SED, a FMN suspende os atletas de todas as actividades desportivas de nível internacional, com efeitos a partir do dia 10 de Janeiro de 2023”, lê-se na nota a que OC teve acesso”. [OC]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s