Arjen Robben “fechado” em Vilankulo

Vice-campeã do mundo pela Holanda (2010) e campeã europeia pelo Bayern de Munique (2013), a antiga estrela do futebol desembarcou com a família esta segunda-feira, 08 de Agosto, em Vilankulo, para férias.

Texto: Efraime Macitela

Arjen Robben escolheu a Cidade de Vilankulo para se deliciar dos cantos e encantos de uma beldade de terra que em 2021 foi eleita como o melhor destino turístico de África, por 70 milhões de turistas à volta do mundo.

E não veio só. Trouxe a família para, durante 10 largos dias, contemplar as ilhas, relaxar diante da biodiversidade marinha e estabelecer contacto directo com um povo que conserva a história e tradição locais. A boa-gente!

O vice-campeão do mundo em 2010 com a Holanda e campeão da Europa em 2013 com o Bayern de Munique não escapou dos olhares curiosos à chegada no Aeroporto de Vilankulo, alguns que até registaram o momento para a posteridade em fotos que já circulam nas redes sociais. Uma febre!

Uma carreira dourada repleta de êxitos

Senhor de uma carreira brilhante, Arjen Robben despediu-se dos relvados em 2021 após cumprir a promessa de regressar ao Groningen da Holanda, clube da sua formação.

Mas, antes, ganhou tudo o que podia. Ou quase isso, não fosse a final do Mundial 2010 perdida para a Espanha, com a selecção da Holanda, o que faz dele um vice-campeão do Mundo. Em 2014, no Mundial do Brasil, liderou a Laranja Mecânica para o terceiro lugar do Mundial do Brasil.

Mas fora isso foi campeão holandês e vencedor da Taça com o PSV (2003), bi-campeão inglês (2005 e 2006), vencedor da Taça da Inglaterra (2007) e vencedor da Taça da Liga (2005 e 2007) com o Chelsea, campeão na Espanha (2008) pelo Real Madrid. Entre outros títulos.

Mas foi com o Bayern de Munique que tocou os céus ao sagrar-se oito vezes campeão da Alemanha (2010, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019), cinco vezes vencedor da taça daquele País (2010, 2013, 2014, 2016 e 2019), uma UEFA Champions League (2013), uma Supertaça Europeia (2013) e um Mundial de Clubes (2013).

A título individual, em 2010 foi eleito o Melhor Futebolista do Ano na Alemanha e, em 2014, da Holanda. E fez duas vezes parte da Equipa do Ano da UEFA, em 2011 e em 2014. Um astro. [OC]


One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s