LMF em AG:: “É da competência da FMF a indicação dos três clubes que sobem ao Moçambola”

Com um Moçambola2022 disputado por 14 clubes, cabe agora à Federação Moçambicana de Futebol indicar os três emblemas que deverão ocupar os lugares dos agora despromovidos Matchedje de Mocuba, Desportivo de Maputo e Textáfrica de Chimoio.

Texto: Redacção OC

O encontro magno realizado esta segunda-feira, 22 de Novembro, entre os clubes e a Liga Moçambicana de Futebol (LMF) foi, na verdade, um móbil para o resgate da legalidade das decisões que vem sendo tomadas pelos donos do futebol nacional.

Por exemplo, a decisão unilateral da FMF de reduzir o número de participantes de 14 para 12 foi vista não só como um atropelo à regra, mas também uma grave violação à decisão saída da Assembleia-Geral Ordinária da LMF havida em Abril de 2019.

No citado evento, os clubes aprovaram um Moçambola de 2022 disputado por 14 clubes, pelo que na competição de 2021 desceriam três clubes, por sinal os últimos da tabela classificativa.

Assim recordou-nos Moisés Mabunda, presidente da Mesa da Assembleia-Geral da LMF, após o encontro extraordinário desta segunda-feira (22), o que decorreu na sede da FMF.

De acordo com o dirigente, “reunimos e a direcção executiva da LMF esclareceu que prevalece aquilo que foi decidido em Assembleia-Geral de 2019. Nada foi alterado. A próxima edição do Moçambola terá 14 clubes”, reafirmou.

Sobre as competências em volta da decisão de redução ou aumento de número de clubes da prova, Mabunda esclareceu que “ficou aqui assente que esta é uma decisão que cabe unicamente à Assembleia-Geral da LMF” pelo que, no caso em apreço, se mantém o número de 14 participantes tal como ficou estabelecido na magna reunião de Abril de 2019.

Os estatutos preconizam, ainda, a queda de três equipas, que são as últimas três últimas classificadas”, chutou Mabunda, para chancelar a queda de divisão do Matchedje de Mocuba, Textáfrica de Chimoio e Desportivo do Maputo, no estrito e escrupuloso cumprimento do Regulamento de Competição que norteou o Moçambola2021.

Compete à FMF indicar os três clubes que sobem ao Moçambola2022!

De acordo com o vice-presidente da LMF para a Alta Competição, Augusto Pombuana, cabe agora à FMF indicar os três clubes que devem ocupar os lugares deixados vagos pelos três despromovidos.

A FMF está dentro da sua responsabilidade de indicar os três clubes devem subir. Querendo, ela até pode devolver os três que caíram de divisão. Só ela tem competência para tal”, assinalou o vice-presidente, que também sublinhou a necessidade de se manterem as decisões saídas da Assembleia-Geral Ordinária de 2019, de um Moçambola2022 disputado por 14 clubes.

Compreendam que nós não temos essa competência de dizer que não vai descer ninguém, porque os regulamentos já foram assim aprovados. Portanto, vamos manter aquilo que aprovamos, sendo que iremos informar à FMF do facto de terem descido três clubes, cabendo a esta decidir sobre a subida”, finalizou Augusto Pombuana, vice-presidente da LMF para a Alta Competição. [OC]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s