PARA CHIQUINHO CONDE:: Mambas serão Dominguez mais 10

Foi durante a apresentação como novo seleccionador nacional que Chiquinho Conde deu, esta terça-feira, 26 de Outubro, um ponto final ao eterno debate à volta do Puto Maravilha: regressará aos Mambas! Defendeu a qualidade como critério para as suas convocatórias.

Texto e Fotos: David Nhassengo

Segundo avançou o técnico, Dominguez Pelembe é uma certeza na sua primeira convocatória que será tornada pública sexta-feira, 29 de Outubro, referente à dupla jornada de apuramento ao Mundial de Futebol, Qatar2022. Contra a Costa do Marfim e o Malawi.

Para Chiquinho Condeé um facto que ele é o capitão e faz parte do leque de convocados. Mas, se quiserem saber, a convocatória será Dominguez e mais dez”.

Aliás, Conde foi claro ao explicar que a qualidade do atleta será o primeiro critério para a convocatória acrescendo, adiante, que o excelente momento de forma de cada um, bem como o historial dentro da selecção farão a diferença

Chamaremos sempre os melhores atletas do País. Nunca tivemos na história do futebol moçambicano vários jogadores a militarem no estrangeiro. De grande capacidade. E temos de os trazer para ajudarem a nossa selecção nacional, por forma a darem continuidade às excelentes exibições que tem nos clubes aqui”, fundamentou.

Ainda assim, Conde entende ter pela frente uma missão espinhosa pois chega à sua cadeira de sonho numa altura em que faltam resultados positivos a nível da equipa de todos nós, facto que deixa os moçambicanos ávidos de alegria.

Mas nós queremos poder transmitir alegria aos atletas, o orgulho e a satisfação de representarem a selecção nacional. Temos pela frente uma missão na qual os atletas devem disputar cada bola como se fosse o último lance do jogo. Que percebam que o futebol é o ópio do povo. Só assim podemos devolver a alegria ao moçambicanos”, explicou o técnico.

Sobre o mau momento por que passam os Mambas, o técnico moçambicano defendeu que as derrotas significam um momentos de aprendizado para se conseguirem várias vitórias. “E é isto que temos de abraçar, mas para darmos a volta a isto precisamos, todos, de caminhar juntos. A federação, a equipa técnica, os atletas, os adeptos. Todos…”, rematou.

Refira-se que o contrato de trabalho que liga Chiquinho Conde à Federação Moçambicana de Futebol é válido até Dezembro de 2023, mês, por sinal, que marca o fim do actual mandado directivo de Feizal Sidat. Para além da selecção A, irá igualmente assumir a selecção dos sub-23. [OC]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s