EM PORTUGAL:: Derrota comprometedora do Marítimo de Zainadine em Tondela

Mesmo com o internacional moçambicano a titular, os verde-rubros saíram-se derrotados na deslocação ao Estádio João Cardoso, diante do Tondela, em desafio da jornada 19 da Primeira Liga Portuguesa disputado na noite de segunda-feira, 16 de Fevereiro.

Texto: David Nhassengo

Num jogo intenso, foram os donos da casa que, depois de duas inglórias visitas à baliza contrária, conseguiram à terceira chegar ao golo inaugural no minuto 22. Numa jogada de contra-ataque que apanhou a defesa do Marítimo descompensada. Remate certeiro de Jhon Murillo desde a zona da meia-lua, a dar vida a uma assistência de Salvador Agra.

A reação chegou no derradeiro minuto da etapa inicial. Depois de um roubo de bola na zona intermediária, Joel Tagueu chamou a si a iniciativa de iniciar e terminar a jogada de ataque, com um golo de cabeça. O avançado libertou-se marcação com um passe rasteiro para Cláudio Winck, tendo o médio devolvido o esférico por via área para o desvio. 1 a 1 ao intervalo.

No reatamento, o Tondela precisou de apenas sete minutos para se pôr novamente à frente do marcador. Beneficiou da passividade defensiva contrária. O lance iniciou com um passe longo que isola Salvador Agra, mas a intervenção do guarda-redes Caio evitou o pior.

Na recarga, Roberto Olabe assistiu Mário Gonzalez que no meio de dois centrais fez o 2 a 1 final, um resultado que coloca o Marítimo a dois pontos da zona divisória, com 17 e na 14ª posição.

O Tondela é agora 11º com 21 pontos conquistados em 19 jornadas da prova.

Zainadine Júnior: o melhor entre os três centrais

Milton Mendes voltou a apostar em três centrais, tal como fizera contra o Sporting para a jornada 17. Entre o trio, Zainadine é o que teve a melhor pontuação (6.7) de acordo com as estatísticas facultadas pelo especialista SofaScore.

Os números, esses, por muito modestos que sejam – comparativamente aos das outras exibições – não enganam.

Durante os 90 minutos, o internacional moçambicano teve 59 toques de bola, com um precisão de passe de 62.5%. Foram ao todo 30 certeiros, dos quais um só não deu em golo porque…Enfim! Na sua especialidade de passes longos, completou apenas dois de nove lançamentos.

Foi superior em sete duelos aéreos, de nove saltos, venceu duas batalhas no solo de um total de quatro. Aos três alívios defensivos somou quatro intercepções. Ortodoxo no capítulo disciplinar, sofreu mais faltas do que cometeu: dois conta um. OC


*Este conteúdo teve apoio da www.jogabets.co.mz (Registe-se, RECEBA O BÓNUS DE BOAS-VINDAS e torne-se Campeão das Apostas Desportivas)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s